202006.08
Off
0

Trabalhar durante o processo do reconhecimento à cidadania italiana: É possível?

Diversos clientes decidem fazer o reconhecimento da cidadania italiana já motivados e focados na possibilidade de trabalhar durante os meses que ficará em terras italianas, mas, é mesmo possível trabalhar durante o processo de cidadania? Como está o atual mercado de trabalho italiano?

Bom…Essas dúvidas são muito comuns não só entre os requerentes de cidadania, mas também das pessoas que sonham em mudar de vida e ingressar no mercado de trabalho europeu.  

Então, vamos esclarecer algumas coisas:


Quando o requerente à cidadania italiana inicia o processo, é necessário um visto de permanência no país. Dessa forma, o requerente não se mantém como turista. Com o “Permesso di Soggiorno per attesa di cittadinanza” você pode trabalhar, mas tudo vai depender da “questura” responsável por onde você está, e quais as regras e condições impostas pelo órgão.

Isso significa que não é somente uma decisão sua querer trabalhar ou não durante o processo de cidadania.

Em algumas localidades na Itália, você pode não ter a autorização para trabalhar com esse tipo de visto. Por isso, caso a sua prioridade seja, além de virar um cidadão italiano,  arrumar um emprego por aqui, nós aconselhamos sempre que você verifique anteriormente com o assessor ou com a “questura” responsável pela sua área sobre a possibilidade.

Mas, além do fato de ser permitido ou não trabalhar, uma questão importante que algumas pessoas não levam em consideração é a empregabilidade do local escolhido para fazer o processo, pois o fato de poder legalmente trabalhar com seu visto não necessariamente quer dizer que você irá conseguir um emprego. Existem muitas outras questões que o fará ser contratado ou não por uma empresa, confira abaixo: 

Você tem alguma base de italiano e/ou está disposto a aprendê-lo?

Falar inglês pode ser um adicional (ou não) dependendo do lugar e do período que você está indo. Mas, não se esqueça: a Itália possui somente o italiano como idioma oficial. Isso significa que, ao contrário do que muitos pensam, grande parte da população Italiana não fala inglês.

Esse é um dos motivos que oferecemos aos nossos clientes aulas de italiano online que podem ser iniciadas antes de chegar na Itália, assim, você pode aprender a nova língua. 


Você está indo morar em uma cidade grande e/ou turística? Ou é uma cidade pequena onde os habitantes são todos italianos? 

Esse ponto é importante pois em cidades turísticas podem existir mais opções de trabalho mesmo que “stagionale”, um tipo de contrato realizado durante as altas temporadas. 

É importante lembrar que o turismo foi uma área extremamente afetada devido a emergência COVID-19, portanto ainda é cedo para dizer quando especificamente esse mercado voltará a ser aquecido. De qualquer forma, sabemos que a Itália jamais deixará de ser um lugar turístico e que “piano piano” as coisas voltarão ao normal.   


Você está disposto a fazer qualquer tipo de trabalho ou está limitado a apenas algumas áreas? 

Aqui na Itália existem muitas oportunidades de trabalho operacionais: bares, restaurantes, supermercados e etc., e chegar aqui com possibilidades ilimitadas de funções pode facilitar a sua entrada no mercado de trabalho italiano, até porque algumas vezes o que precisamos é somente da oportunidade inicial para se desenvolver ainda mais.


Caso você queira arrumar um emprego em uma área muito específica, você tem já experiência (de preferência comprovada) nessa área? 

Se seu objetivo é chegar na Itália e ter um emprego específico, a experiência será crucial. 


E por fim: você tem diplomas de cursos superiores concluídos no Brasil? 

Saiba que será necessária a conversão do seu diploma para poder exercer a sua profissão na Itália. 


Vamos dar um exemplo da província que atuamos, Ragusa. No território de Ragusa é permitido o trabalho com o tipo de visto citado. No geral, é uma região muito ativa e turística no verão, porém, a população local fala apenas o italiano. Então, se a sua intenção é vir para cá, trabalhar na alta temporada  (de maio a agosto), e você está aberto para trabalhar em hotéis/bares/restaurantes, tudo indica que você irá conseguir, sim, um emprego caso tenha as qualificações necessárias, e, nesse caso, falar inglês, francês ou alemão é um grande diferencial. Porém, se você tem a intenção de morar por aqui no período do inverno (dezembro a fevereiro) as suas chances de conseguir um emprego nessa mesma área e condições são muito menores, pois a cidade fica vazia e muitos locais nem abrem nesse período.


Portanto, é possível sim obter um trabalho na Itália durante o processo de cidadania. Nós conhecemos inúmeros “casos de sucesso” nesse quesito, mas existem todas essas questões importantes que devem ser levadas em consideração ainda na fase da planificação da sua vinda, até porque vemos muita gente mal informada na internet espalhando informações errôneas baseadas em achismo que podem nos conduzir a ter uma idéia um pouco fora da realidade em relação a esse assunto.


Caso seu plano seja viver e morar na Itália, não exite em nos consultar. Além da assessoria para os descentes de italianos, nós oferecemos inúmeras outras consultorias, dentre elas:


  • Inserção no mercado de trabalho europeu;
  • Validação de diplomas (tanto escolares como de ensino superior);
  • Visto para aqueles que não tem o direito à cidadania, mas gostariam de fazer uma experiência de intercâmbio estudando e/ou trabalhando por aqui. 

Para maiores informações, envie um email para info@rossopassaporto.com


*Texto produzido em colaboração com Isabelle A. Garotti, formanda em Relações Públicas pela Università di Udine – IT.